No quadro do XLV conselho Coordenador de Saúde: Ministro da Saúde reitera a aposta na expansão sanitária e num serviço resiliente a emergências

0
2

Tiago asseverou que o sector está a postos a tudo fazer com vista ao alargamento da rede ao nível das 11 províncias do país

MAPUTO, Moçambique, 5 de janeiro 2021/ — No quadro da realização do XLV Conselho Coordenador de Saúde que decorre desde hoje, 03 a 04 de Dezembro, em Maputo, Sua Excelência Armindo Tiago, Ministro da Saúde, considerou, na intervenção de abertura, continuar aposta do sector da saúde, no quadro do cumprimento do Plano Quinquenal do Governo 2020-2024, a expansão dos serviços de saúde pelo país, e o apetrechamento (em equipamento e recursos humanos) as Unidades Sanitárias em funcionamento.

“Para este quinquénio, as nossas três principais prioridades estruturantes estão alicerçadas na: Expansão da Rede Sanitária, principalmente a construção e entrada em funcionamento de hospitais distritais. A segunda prioridade é a implementação do Plano de Logística Farmacêutica, que prevê a continuidade da construção de armazéns de medicamentos em todo o país, e o estabelecimento de uma cadeia eficiente de logística e abastecimento de medicamentos. Em terceiro está a Consolidação do Subsistema Comunitário de Saúde, principalmente através de uma abordagem multissectorial que inclua maior papel da comunidade na sua organização e gestão”. Considerou Armindo Tiago

No que toca a primeira e segunda prioridade, da expansão da rede sanitária e construção de novos armazéns, Tiago asseverou que o sector está a postos a tudo fazer com vista ao alargamento da rede ao nível das 11 províncias do país.

“As obras em curso e outras por iniciar visam, neste ciclo de governação, a construção e apetrechamento de 49 hospitais que vão beneficiar uma população total estimada em 7.620 .977 pessoas”. E ainda “a construção de um total de 30 Armazéns em todo o País neste ciclo de governação, estando actualmente em construção 3 armazéns intermediários nas províncias de Manica (1) e Zambézia (2). Entretanto, há a referir que para além da construção destes 3 armazéns, concluímos com sucesso a ampliação do Armazém Central de Maputo”. Referiu Tiago

Num outro desenvolvimento, o Ministro da Saúde apelou a uma maior coordenação e cooperação no quadro da descentralização em curso nas províncias. “Com a descentralização em curso pelo país, esperamos um trabalho cada vez mais coordenado das diferentes autoridades provinciais de saúde com o intuito de provisão de serviços de saúde humanizados e direccionados, a bem das nossas comunidades”.

Por seu turno, Sua Excelência Sheila Afonso, Secretária de Estado da Cidade de Maputo, enalteceu a realização da reunião magna do sector da saúde na Cidade de Maputo.

“A escolha da Cidade de Maputo para a realização do XLV Conselho Coordenador de Saúde enche-nos de orgulho, e esperamos que possam desfrutar da beleza da cidade e dos locais históricos e paisagísticos que a nossa cidade oferece. Que com acalmia e o acolhimento da bela cidade das acácias possam brotar resultados com vista a melhoria dos cuidados de saúde”.

Por outro lado, Abigail Dressel, Chefe-Adjunta da Missão na Embaixada dos Estados Unidos da América em Moçambique, Parceiro de 1º Contacto, referiu, na sua intervenção, que o país tem vindo a registar avanços, apesar de persistirem desafios.

“Notamos que o sector da saúde em Moçambique tem registado avanços em diferentes áreas, sobretudo num contexto em que o mundo atravessa uma emergência global. A realização desta reunião é uma oportunidade para discutir os principais desafios do sector da saúde e se encontrar soluções”. Dressel, reiterou o apoio ao sector “Iremos continuar a apoiar o sector da saúde em várias áreas de intervenção”.

Refira-se que neste primeiro dia, os temas discutidos foram: Grau de Cumprimento das Recomendações do XLIV Conselho Coordenador de Saúde; Balanço das Actividades de 9 meses de 2020, e Desafios da Qualidade e Humanização do Atendimento Hospitalar

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here